PERIPÉCIAS DE UMA MENTE INSANA

Eu sei que esse é só mais blog, dentre milhares que existem por aí. Com certeza ele não é o mais interessante, muito menos o mais bem feito e bem escrito. Eu sei também que ele é escrito por uma pessoa comum, como milhões que estão espalhadas nesse planeta. Sinceramente, não vejo nenhum motivo forte que possa convencê-lo a ler esse blog. Talvez quando eu descobrir, eu te conto.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

.

Era uma tarde de setembro, quando as árvores estão no auge do seu explendor e a época é propícia para flertes. Nada foi premeditado, mas as diversas afinidades já haviam aflorado, se mostrando fortes e presentes em cada troca de olhar. O coração dava sinais de descompasso. As palavras eram milimetricamente escolhidas, afim de que se encaixassem de maneira perfeita, esforçando-se para manter o ritmo e a sintonia daquele momento. Por mais que a ansiedade tentasse prevalecer, era preciso que um certo 'desprezo' disfarçado ficasse evidente, afinal, aquele encontro era apenas uma simples troca de quadrinhos, ou quem sabe início de uma suposta amizade.

No entanto, um único momento mudou os rumos do que poderia ter significado aquela tarde. O rapaz que vestia a camisa do Lanterna Verde e possuía os olhos mais lindos que eu havia contemplado até então, trazia consigo muito mais do que os meus gibis preferidos. Trazia um magnetismo e uma intensidade que eu jamais tinha sentido, além de uma porção de histórias legais.

E de repente, uma frase transformou definitivamente as minhas primeiras intenções. Ao confessar que um dos primeiros livros que recordava-se de ter lido, fora "O Menino do Dedo Verde", a atmosfera ao meu redor mudou de cor. Foi nesse exato instante que me dei conta: eu já estava envolvida, nutrindo-me da sua presença, completando minha alma com tudo que ele falava. Sem perceber, caíra nas garras do tigre, e tive certeza que apaixonar-me por aquele homem fascinante seria apenas questão de tempo.

.

3 comentários:

Anaa Bia ;) disse...

Acho que no fim das contas são os semelhantes que se atraem ! ahahahhaha
Adorei o texto, muito bem escrito *-*

Beeijo :*

Tati disse...

que lindo. fiquei até com vontade viver uma cena dessas.

Anônimo disse...

maravilhosa como tudo q estou lendo!amo e torço por tudo isso!
GOGOI

Loading...