PERIPÉCIAS DE UMA MENTE INSANA

Eu sei que esse é só mais blog, dentre milhares que existem por aí. Com certeza ele não é o mais interessante, muito menos o mais bem feito e bem escrito. Eu sei também que ele é escrito por uma pessoa comum, como milhões que estão espalhadas nesse planeta. Sinceramente, não vejo nenhum motivo forte que possa convencê-lo a ler esse blog. Talvez quando eu descobrir, eu te conto.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

.

Era uma tarde de setembro, quando as árvores estão no auge do seu explendor e a época é propícia para flertes. Nada foi premeditado, mas as diversas afinidades já haviam aflorado, se mostrando fortes e presentes em cada troca de olhar. O coração dava sinais de descompasso. As palavras eram milimetricamente escolhidas, afim de que se encaixassem de maneira perfeita, esforçando-se para manter o ritmo e a sintonia daquele momento. Por mais que a ansiedade tentasse prevalecer, era preciso que um certo 'desprezo' disfarçado ficasse evidente, afinal, aquele encontro era apenas uma simples troca de quadrinhos, ou quem sabe início de uma suposta amizade.

No entanto, um único momento mudou os rumos do que poderia ter significado aquela tarde. O rapaz que vestia a camisa do Lanterna Verde e possuía os olhos mais lindos que eu havia contemplado até então, trazia consigo muito mais do que os meus gibis preferidos. Trazia um magnetismo e uma intensidade que eu jamais tinha sentido, além de uma porção de histórias legais.

E de repente, uma frase transformou definitivamente as minhas primeiras intenções. Ao confessar que um dos primeiros livros que recordava-se de ter lido, fora "O Menino do Dedo Verde", a atmosfera ao meu redor mudou de cor. Foi nesse exato instante que me dei conta: eu já estava envolvida, nutrindo-me da sua presença, completando minha alma com tudo que ele falava. Sem perceber, caíra nas garras do tigre, e tive certeza que apaixonar-me por aquele homem fascinante seria apenas questão de tempo.

.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Aqui meu irmão, ela é coisa rara de ver, é jóia do Xá, retina de um mar,

de olhar verde, já derramante abriu-se Sézamo em mim.

Ah! meu irmão, aqualouca tara que tem ímã, mergulha no ar, me arrasta

me atrai pro fundo do oceano que dá, prá lá de babá prá cá de ali.

Pedra que lasca seu brilho e que queima no lábio um quilate de mel,

e que deixa na boca melante, um gosto de língua no céu.

Luz, talismã, misterioso cubanacã, delícia sensual de maçã, saborosa manhã...

Vou te eleger, vou me despejar de prazer, essa noite o que mais quero é ser mil e um pra você.



João Bosco - Jade.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Ninguém entende a gente. Eu mesma, ao olhar para trás, custo a perceber como cheguei até aqui. São tantas as afinidades, e tão intransponíveis as barreiras que acercam o nosso amor. Chego a pensar que não irei conseguir, que é preferível abrir mão da ideologia que se tornou a nossa história, que não faz sentido aguardar tanto tempo pra ter algumas horas do teu lado.

É nesse momento que eu percebo o quão me faz bem te esperar. Como me enche de vida enfrentar os desafios que nascem diante dos meus olhos. Esforço-me durante todos os minutos que estamos longe, pra convencer-me de que é impossível estagnar, e passo os dias imaginando como farei pra ir até o fim receber minha recompensa. E digo mais, não é preciso que me fales dela, pois ao fechar os olhos e imaginar a tua pele, minha alma se enche com a tua ausência, como se o vazio de ti fosse o suficiente pra me preencher e me recompensar. Ainda que eu não compreenda o que verdadeiramente me une a ti, decido me agarrar na esperança que me transmites, na certeza que emana das tuas palavras, ao afirmar que não estou sozinha.

Contigo desejo apenas viver. A vida inteira que temos juntos pela frente.


J&T
Ela me disse que trabalha no correio
e que namora um menino eletricista.
Estou pensando em casamento mas não quero me casar.
Quem modelou teu rosto?
Quem viu a tua alma entrando?
Quem viu a tua alma entrar?
Será que você vai saber o quanto penso em você
com o meu coração?

Quem está agora ao teu lado?
Quem para sempre está?
Quem para sempre estará?
Ela me disse que trabalha no correio
e que namora um menino eletricista
as famílias se conhecem bem e são amigas nesta vida.
A gente quer é um lugar pra gente
a gente quer é de papel passado
com festa, bolo e brigadeiro
a gente quer um canto sossegado
a gente quer um canto de sossego.
Estou pensando em casamento mas ainda não posso me casar.
Sou rapaz direito, fui escolhido pela menina mais bonita.
Loading...